Quadros da ADRA reflectem sobre o percurso histórico do DC

19/6/2019

O segundo dia do Módulo da Formação em Desenvolvimento Comunitário (DC) foi marcado pela análise em torno dos acontecimentos que levaram a criação de um espaço de reflexão e partilha de experiências para enfrentar e superar as dificuldades vividas na altura.

 

O primeiro módulo foi realizado em Março de 2001, num contexto de crise na organização, “onde foi preciso parar e refletir”. Serviu como uma oportunidade para aprofundar a metodologia de trabalho de campo.

Das crises surgem grandes oportunidades” Fernando Pacheco

Os primeiros participantes da formação em D.C apresentaram testemunhos a volta das principais mudanças ocorridas após a sua implementação.

“O D.C. trouxe luz e autoestima aos técnicos. Eles ganharam voz e as suas ideias passaram a ser valorizadas. Este é um dos principais ganhos do D.C.” afirmou a Presidente do Conselho Directivo, Maria Teresa Victória.

“Nós somos uma organização enraizada no trabalho de campo. Temos o desafio de manter estas formações em D.C. por longos anos.” realçou José Maria Katiavala, Secretário geral da organização.

Eng.º Fernando Pacheco,um dos fundadores, fez uma abordagem histórica do surgimento da organização e dos desafios que o contexto impunha. “Nós os fundadores da ADRA não tivemos medo de avançar, por isso hoje não estamos no mesmo lugar”.

Os primeiros módulos abordavam alguns conceitos como cidadania, grupo, associativismo,cooperativismo, democracia, desenvolvimento rural, Estado, comunidade. Os conceitos eram construídos em conjunto.

Download PDF

Partilha

1
FACEBOOK
2
TWITTER
3
YOUTUBE