Durante a cerimónia de abertura da 2ª Feira Rural promovida pela ADRA, no município de cacuso, na comuna do Lombe, o governador de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, encorajou na passada terça-feira os camponeses daquela região, a aumentar a produção agro-pecuária, com vista ao melhoramento das ruas rendas.

“É necessário que se produza mais, de maneira que estes alimentos sejam adquiridos pelos grandes centros de consumo. Os camponeses têm enfrentado dificuldades na comercialização e escoamento dos seus produtos, daí que este evento, vai estudar mecanismos com o Papagro, no sentido de encontrar possibilidades de se realizar, de forma regular, feiras do género, para que os produtores possam vender os seus haveres”, disse Norberto dos Santos, e pediu aos feirantes a estipularem preços que satisfaçam a necessidade do cliente e também do agricultor, por forma a facilitar a sua comercialização.

O governador de Malanje incentivou igualmente aos camponeses, a envolverem-se na produção de peixes (cacusso), em tanques e posterior comercialização, para melhorar as suas condições de vida.

Referiu, por outro lado, que o governo local, em parceria com algumas  empresas agro-pecuárias privadas vão apoiar com equipamentos agrícolas, os camponeses de modo a facilitar a destroça e o desbravamento de campos maiores.

A directora da ADRA (Antena Malanje), Joana de Matos, por sua vez, referiu que se pretende com esta acção, contribuir para a institucionalização das feiras rurais com propósito de diversificar a economia e tornar o sector agrícola mais atractivo, e fez saber que para a ADRA, as feiras rurais têm um grande significado porque incentiva a comercialização rural e, encoraja novos investidores para o sector agrário.

Na feira em que participam 57 feirantes das associações pertencentes as áreas de intervenção da ADRA dos municípios de Calandula, Cangandala, Kiwaba Nzoji, Cacuso e Quela, estão expostos hortícolas, frutícolas, tubérculos e legumes.

Estão ainda patentes no evento com duração de 2 dias, e que visa promover a comercialização dos produtos do campo, materiais de artesanato, equipamentos agrícolas e animais caprinos, suínos e aves.

A ADRA (Antena Malanje) tem promovendo feiras do género há mais de 10 anos, o que tem permitido ganhos significativos para as famílias camponesas.