Ilídio Barbosa, Coordenador Nacional do Projecto denominado Okupopya (dialogar): Fortalecendo as Capacidades Locais e o Diálogo entre os Actores Estatais e Não-estatais em Benguela e Cunene, fez um balanço positivo do projecto iniciado a 01 de Fevereiro de 2013, apesar de alguns sobressaltos no seu início.

“O projecto aproxima a comunidade civil aos órgãos estatais através da promoção do Diálogo a partir dos debates e palestras realizados pelos técnicos do projecto”. Acrescentou.

O projecto orçado em EUR 998.800,00 (25% são co-financiados pela Oxfam Novib e 75% pela Comissão Europeia) tem como objectivos específicos fortalecer as capacidades locais e os mecanismos de diálogo entre actores não-estatais e autoridades locais em três municípios das províncias de Benguela (municípios de Cubal, Comuna de Capupa e Ganda, Comuna de Kasseke) e Cunene (Município de Ombandja, comunas: Ombala-Yo-Mungo, Naulila, Xangongongo, Humbe) em apoio ao seu desenvolvimento sustentável.

Baseando-se no “Relatório de Avaliação a Meio Percurso”, o projecto já beneficiou mais de 2.863 pessoas, das quais 61% homens e 39%. O projecto contribuiu para uma maior apropriação, consciência e um conhecimento mais aprofundado sobre diferentes temáticas de interesse para as comunidades e com relevância para os seus modos de vida. O nível de informação sobre questões legais, direitos fundiários e programas públicos em curso é visível. O projecto tem despertado o sentido crítico no seio das comunidades, bem como possibilitado um maior acesso a informação.

Já são visíveis algumas mudanças de atitude relativamente a práticas produtivas sustentáveis, bem como uma maior preocupação com algumas questões ambientais e de saúde. Para isso muito contribuíram a introdução de temas transversais nos debates comunitários

Segundo este relatório, o projecto está a responder aos principais problemas e necessidades dos grupos-alvo vis-a-vis os objectivos definidos.