ADRA capacita 70 cidadãos sobre Direitos Humanos e Liberdades

22/7/2021 9:28 AM

Dezenas de cidadãos foram capacitados sobre os Direitos Humanos e Liberdades Fundamentais, entre 9 e 18 de Junho, nas províncias do Cuando Cubango, Bié e Huambo.

As formações foram facilitadas pela ADRA Huambo, com o objectivo de aumentar o nível de conhecimento e a capacidade de intervenção social das Organizações da Sociedade Civil e parceiros para a promoção da dignidade da pessoa humana.

Os 70 participantes, entre os quais 27 mulheres, reflectiram sobre os aspectos essenciais dos Direitos Humanos e a garantia das liberdades fundamentais nas suas comunidades.

Para o chefe da Secção de Educação Patriótica do Comando Provincial da Polícia Nacional no Huambo, Sub-Inspector Jonas Madureira, o tema surgiu no momento certo, porque vai ajudá-lo a clarificar os cidadãos sobre os seus direitos humanos.

O Sub-Inspector entende que o conhecimento sobre direitos humanos deve ser mais disseminado, por constatar que estes direitos têm sido violados diariamente por famílias e instituições.

“Precisamos trabalhar no sentido de que estes direitos sejam protegidos e respeitados, começando pelas famílias e instituições”, avançou Jonas Madureira.

Julieta Nangueve, Secretária Provincial para os Direitos Humanos da Ordem dos Advogados de Angola, afirma que os direitos humanos são todos inerentes à sobrevivência de qualquer ser humano.

“E, por este motivo, tudo parte das famílias, que devem ser o garante deste direito e trabalhar para a sua concretização junto das instituições”, reforçou.

Para o facilitador Sabino Salussinga, todas as pessoas, simplesmente em virtude da sua humanidade, têm que gozar dos direitos que lhes são fundamentais.

“Este conceito é expresso no direito internacional dos direitos humanos, na teoria geral dos direitos humanos e em regulamentos internos, mas as suas raízes são encontradas em épocas anteriores e documentadas em muitas culturas e religiões”, conta o facilitador.

Estas acções fazem parte do Projecto ESUMBILO (Respeito/Dignidade), que visa reforçar a Cultura da Protecção e do Respeito pelos Direitos Humanos no Sul de Angola, concretamente, nas províncias do Huambo, Benguela, Bié e Cuando Cubango. O projecto é financiado pela União Europeia e a Solidariedade Prática da Suécia.

ADRA – Mais de 30 anos construindo caminhos para a Cidadania e Inclusão Social em Angola
Fazer Download