Rede EpT apela medidas para o ensino em Angola em tempos da Covid-19

3/6/2020

A Rede Angolana de Educação para Todos (Rede EpT-Angola) vê com alguma preocupação o regresso às aulas, tendo em conta a necessidade da criação de condições sanitárias perante a declaração do Estado de Calamidade (Dec. Pres.142/20 de 25 de Maio) que estipula o reinício das aulas no final do próximo mês de Julho.

Nesta senda, a mesma organização propõe algumas recomendações ao Executivo de modo a assegurar que a educação não pare.

Medidas como, a criação de todas as condições de segurança, higiene e protecção para a comunidade educativa.
A capacitação dos professores do ponto de vista pedagógico, de modo a adequar os planos de ensino e aprendizagem à grande maioria de estudantes que não tiveram qualquer apoio escolar, nos últimos dois meses.
Apela, ainda, a criação de um pacote de dados de internet mensal de baixo custo, acessível aos agregados familiares mais vulneráveis, para garantir uma inclusão digital.

A Rede EpT-Angola considera que com a adopção destas propostas, o Ministério da Educação garantirá que "ninguém fique para trás", sobretudo os estudantes de famílias socio-económicas vulneráveis, quer estejam nas áreas urbanas e/ou rurais, porque a educação é um direito humano que exige equidade, inclusão e qualidade.

Ver documento

Download PDF

Partilha

1
FACEBOOK
2
TWITTER
3
YOUTUBE